20 October 2013

seu nome é MAGA

Ela é Ariana, mas é de libra. Tem um jeito especial de pensar e dizer coisas. Tem um blog inventivo e divertido, como só ela sabe ser. Tem paixões muito bem delineadas pela família e por animais. Se pudesse, guardaria todos embaixo das suas asas. Ela ainda não voa. Talvez nem saiba que tenha asas. 

Minha amiga que hoje completa uma nova idade, se apresentou pra mim faz uma década, lá em 2003. Passaram-se 10 anos. Logo completaremos 20 anos de amizade. Falta pouco. O horário de verão nos anima.
Naquele dia da história que se fez entre nós duas, ela estava na mesma sala que eu, cheia de subdivisões, e trabalhávamos separadas, cada uma em seu quadrado, num subsolo de um prédio grandioso [ou de intenções grandiosas]. 
Estava sentada em sua mesa de trabalho, com um altar no computador e bilhetinhos e imagens pequeninas de todos os lados. Li, curiosa, uma citação de Paulo Leminski. Não me recordo o teor. Mas era dele. Isso eu guardei. Foi a primeira referência sobre leitura que tive dela. Devoradora quase compulsiva, ou já na fase compulsiva, tem muitos livros lidos e cultuados. Vez ou outra tenta me compartilhar suas leituras. Sou muito mais inquieta que ela, mas logo sou chamada de "hiperativa" ou "insensível". Não me conformo com esses rótulos. Leitura tem que me prender. Não é qualquer texto que me prende. A teia precisa ser forte, encantada. E um leitor pode amar uma obra inteira de um mesmo autor, e outro pode sequer tolerar a forma como o mesmo sujeito escreve.
Daí me volto para ela, a aniversariante animada e sorridente de hoje, e só posso concluir que não é disso que são feitos os amigos. Cada um é do jeito que é, e a amizade nasce assim: solta, leve, diversa.
Naquele dia que a observei em seu templo, saímos para almoçar. Já almoçamos muitas vezes depois disso. E já tomamos muitos cafés. E biritas também. Já tomamos sol. Já contemplamos o mar, a lua, as estrelas, as plantas. 
Argentinos e Uruguaios. Caminito, Puerto Madero, Casa Rosada, Casa Pueblo... ah, e o vento forte de Punta! Uma dobradinha na primeira viagem internacional e lá estávamos nós: saltitantes, enlouquecidas e juntas com as belezuras descobertas, com o artesanato, com os sotaques e os imãs de geladeiras, paixão de ambas. A narração dessa farra: eis o motivo da primeira postagem desse bloguito. 
Também descobrimos os encantos e arcos da Lapa, dos botecos e da orla do Rio. Trabalhamos no segundo e no terceiro setor, juntas. Gargalhamos [por demais] juntas. Já choramos juntas. Temos nossos momentos terapêuticos. Não sei quem se deita no divâ primeiro. Eu com minhas dores, ela com as dela. Já festejamos o último dia do ano, a quarta de cinzas, o são joão e o santo antônio. Já fizemos preces. Já fizemos listas de desejos nas viradas de anos. Já ficamos em silêncio. Já emudecemos. Isso doeu. Não quero nunca ser muda ou estar muda para mais ninguém. Só de lembrar desse momento infeliz, meus olhos reclamam.
Que sua vida, amiga minha tão querida, seja feita de mais momentos lindos, ao lado dos que te aceitam e te acolhem do jeito que é. Com suas tatoos, suas sumidas, suas escapulidas. Eu estarei sempre por perto, te instigando a viver o mundo, a encarar a próxima esquina, o próximo beco, com ou sem saída. Te desejo muitas viagens, muitos sorrisos, muitas novas leituras. Torço para que tenhamos romances concretos. Termino com uma canção de presente. Espero que goste.  

Paulinho Moska-A idade do céu, do Álbum Tudo novo de novo, 2004.

16 comments:

  1. Tem coisa melhor que ter uma amizade bonita e duradoura assim? Tem não! Amigos vêm e vão, mas os verdadeiros permanecem, independente das mudanças internas, externas e geográficas.
    Conheço essa amizade, acompanhei de perto uma época e sempre respeitei e admirei vcs.

    Como diria vc mesma #aiquelindo

    Um beijo enorme para as duas.

    ReplyDelete
    Replies
    1. o aniversário é dela e eu pego carona nas comemorações.. risos... ela me entende! É na escrita que resido. <3

      Beijo, Patiinha!

      Delete
  2. Que coisa mais linda Ju!!!! Amei!!! Muitas felicidades para Ari e muitas realizações!!!! E parabéns as duas!!!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Que fofa! Obrigada pelos elogios.... de amigos são sempre suspeitos... risos... beijão!

      Delete
  3. Anamelea (via FB)21 October 2013 at 08:15

    Nossa que lindo Jusciney Carvalho! Que presente lindo como a linda Ariana Magalhães! Assim, como é linda a amizade de vocês, a qual, graças a Deus, vocês espraiam para outros navegantes, como eu! Beijos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Toda amizade é linda! A nossa, tão fresquinha, também é! Beijão!

      Delete
  4. Muito lindo mesmo.....Parabéns Ari.....

    ReplyDelete
    Replies
    1. ownnnnnnnnnnnn... risos... beijo, Mai!

      Delete
  5. Adorei Jubinha, vc nos emocionou com essas verdades... Admito que com irmãs td é valido, até umas briguinhas de vez em qdo, isso é a confiança na solidez da relação. Amo amar vcs! Bjs

    ReplyDelete
    Replies
    1. Minha Ró, querida... não fosse sua presença em minha vida, seria muito menos feliz. Te adoro!!! Beijão!

      Delete
  6. Que texto mais lindo Ju! tenho certeza que sua amiga AMOU este seu presente.
    beijo

    ReplyDelete
    Replies
    1. Creio que sim... ela me ligou choramingando... e concluímos que era ressaca do inferno astral... risos... obrigada!

      Delete
  7. Bela amizade e belo texto, escrito com o coração. Um beijo, Ju.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Com certeza foi com o coração... nasceu num suspiro! :) Beijo!

      Delete
  8. Que maravilhosa homenagem vc fez, Ju! Aliás, toda bela amizade merecia esse tipo de homenagem e lembrança. Os laços se intensificariam ainda mais. Sua amiga deve ter chorado. Beijos!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Com certeza Sérgio.. ela chorou! risos.. beijão!

      Delete